O projeto Paz no Esporte foi promovido pelo Grupo Sinos em 2005 em função de diversas ocorrências de violência entre torcidas em partidas de futebol. A ação teve o apoio da Federação Gaúcha de Futebol, Clube 15 de Novembro, Esporte Clube Novo Hamburgo, Esporte Clube Ulbra, Associação Sapucaiense de Futebol, Associação Esportiva Sapiranga e Brigada Militar, além de associações esportivas de diversos municípios da região.

Entre as ações, o Paz no Esporte buscou desenvolver a cultura de que a prática esportiva é confraternização, entretenimento, lazer, convivência, aproximação das pessoas, etc.

O projeto consistia em dirigentes do clube anfitrião receberem os dirigentes e atletas da equipe visitante. Os presidentes dos dois clubes assistiam à disputa sentados lado a lado. Os atletas anfitriões ingressavam no local da partida portando a faixa Paz no Esporte. Torcedores locais confraternizam com os torcedores visitantes.